Falecimento

MORRE JOSÉ WILKER

MORRE JOSé WILKER

José Wilker morreu em sua casa neste sábado (05/04/2014), no Rio de Janeiro, vítima de um infarto fulminante.

A informação foi confirmada pela Globo na manhã de hoje por meio de um comunicado oficial enviado para a imprensa. Segundo a assessoria da emissora, ele morreu durante a madrugada.

O velório do ator acontece no Teatro Ipanema, no Rio de Janeiro, a partir das 23h de sábado até às 15h de domingo (6) e será aberto ao público. Depois, o corpo segue para Memorial do Carmo, no  Cajú,para ser cremado no final da tarde.

História

José Wilker Almeida, mais conhecido como Zé Wilker, nasceu em Juazeiro do Norte, no Ceará, em 20 de agosto de 1947.

Em 1963, Wilker mudou-se para o Rio de Janeiro, onde começou a fazer suas primeiras pontas em filmes, como A Falecida (1965), ao lado de Fernanda Montenegro.

 

Cinco anos depois, Wilker estreou na Globo e começou na emissora uma carreira promissora como ator e diretor.

Entre dezenas de novelas, o ator encarnou personagens inesquecíveis, como o galante Roque Santeiro, da novela homônima, de 1985.

No cinema, foram 49 longas, onde o ator participou de filmes marcantes como Xica da Silva (1976), Bye Bye Brasil (1979), O Homem da Capa Preta (1986) e Guerra de Canudos (1997). Em Dona Flor e Seus Dois Maridos (1976), Wilker fez sucesso interpretando o malandro Vadinho.

Ele também foi diretor-presidente da Riofilme, distribuidora de filmes do Rio de Janeiro.

Seu último trabalho nas telinhas foi na novela Amor à Vida, de autoria de Walcyr Carrasco.

José Wilker deixa três filhas: Mariana (com a atriz Renée de Vielmond), Isabel (com a atriz Mônica Torres) e Madá (com a jornalista Claudia Montenegro).

Fonte/Foto: Portal R7

Foto:

outras noticias